Press Release/Comunicaçao para a Imprensa: Global Call to Action on Familial Hypercholesterolemia

Reducing the Clinical and Public Health Burden of Familial Hypercholesterolemia, Global Call to Action

A FH Portugal colabora com as entidades mundiais de saúde lideradas pela World Heart Federation e a FH Foundation para combater o impacto global da Hipercolesterolemia Familiar, FH

A #FHPortugal, juntamente com a #WorldHeartFederation e a #FHFoundation, anunciam, a publicação do artigo na #JAMACardiology, intitulado Reducing the Clinical and Public Health Burden of Familial Hypercholesterolemia, A Global Call to Action on Familial Hypercholesterolemia, https://jamanetwork.com/journals/jamacardiology/article-abstract/2758279 um problema de saúde pública pouco divulgado e sub-diagnosticado em todo o mundo. A autoria inclui um painel mundial de médicos especialistas, autoridades de saúde, Sociedades Médicas e Associações de Doentes FH de 40 países. O artigo baseia-se nas dificuldades de identificação, terapêutica e prevenção da FH assim como nas recomendações estabelecidas para a FH, uma das causas mais comuns das #doençascardiocerebrovasculares (DCCV) prematuras.

A #Hipercolesterolemia Familiar, #FH em inglês, é uma doença do #colesterolhereditário que se transmite de pais para filhos e caracteriza-se por valores patológicos de #colesterol (C), #LDL-C e #partículasremanescentesnão-HDL-C, sendo frequente em todas as raças e etnias. A estimativa a nível mundial é de 34 milhões de indivíduos. A #prevalência varia de 1:250 a 1:500, e estima-se que existam perto de 3 milhões de indivíduos na Europa e 20 a 30 mil em Portugal. A deposição precoce de #LDL-C nas artérias e tendões inicia-se na #vidaintra-uterina – #ateroscleroseprematura, motivo pelo qual as crianças e adolescentes devem ser tratados com estilos de vida saudável, terapêutica dietética e/ou farmacológica. Os indivíduos portadores de FH apresentam um risco 20 vezes maior do que a população geral de #DCCVprematuras e #mortesúbita.

A FH Portugal participou na reunião internacional organizada pela FHF e pela WHF para reavaliação e actualização das principais recomendações emitidas pela #OrganizaçãoMundialSaúde no seu Relatório sobre FH, publicado em 1998. Após 20 anos deste relatório, apenas algumas recomendações foram implementadas em alguns países, contribuindo para que em cada 9 em 10 indivíduos portadores de FH não sejam diagnosticados.

A FH Portugal é membro da #EuropeanFHPatientNetwork www.fheurope.org, #FHGlobalCommunity   https://thefhfoundation.org/activating-the-fh-global-community e colabora com médicos especialistas de todo o mundo, partilhando as melhores práticas médicas e defesa dos direitos dos indivíduos e doentes estabelecidas pela OMS, #UNESCO, e Sociedades Médicas, para a identificação, vigilância, prevenção e terapêuticas das DCCV prematuras e morte súbita.

A #GlobalCalltoActiononFH partilha a informação científica, experiencia de médicos especialistas, informação sobre novas terapêuticas e avanços tecnológicos, contribuindo como um impulso adicional para que autoridades de saúde e governos de cada país se comprometam com a identificação precoce, vigilância, terapêuticas e prevenção das famílias em risco de DCCV prematura e morte súbita. A FH representa um problema de saúde pública a nível mundial, porque, apesar de ser frequente está #sub-diagnosticada, #sub-tratada e é #desconhecida da maioria da população.

As consequências da FH são evitáveis, mas requerem iniciativas e políticas de saúde eficazes para abordar as questões atuais e reduzir o impacto da doença.

“O sucesso das recomendações específicas que emitimos hoje dependerá do apoio dos governos, e é por isso que, agora, os estamos alertando como uma comunidade mundial”, disse Jean-Luc Eiselé, CEO da #WHF. “Cada uma das organizações parceiras está focada em alertar para melhorar a informação e expandir o conhecimento, prevenção e terapêutica da FH nos respectivos países. #AGlobalCalltoActiononFH é uma oportunidade sem precedentes para prevenir as #doençascardiovasculares prematuras nas gerações futuras em todo o mundo. ”https://www.world-heart-federation.org/news/global-call-to-action-on-familial-hypercholesterolemia