Novo Video da FH Portugal

O testemunho da história pessoal e familiar da Maria:

O tema “colesterol” tornou-se frequente em minha casa tinha eu cerca de 18 anos (e já lá vão 30 anos), depois de a minha mãe ter feito análises, que acusaram valores muito altos de colesterol >400 mg/dL. Na sequência desses resultados, eu e o meu irmão fizemos também análises, com resultados muito semelhantes.”

O meu pesado historial familiar permitiu-me reter três lições:
# A hipercolesterolémia familiar (FH) é uma doença silenciosa e, por isso, traiçoeira,
# Há que manter uma atitude atenta e vigilante face a problemas cardíacos de familiares porque pode muito bem ser um indício de FH,
# Uma vez diagnosticada a doença, cumprir rigorosamente a medicação e seguir uma dieta equilibrada.”